Pular para o conteúdo principal

Postagens

Os livros sobre os Beatles que você PRECISA ter!!

Waldir Dinoá
Amigo beatlemaníaco, tudo bem?? Começo agradecendo a confiança e o espaço oferecidos pelo pessoal que comanda o Beatlelogias para que eu possa compartilhar aqui com vocês uma das minhas grandes paixões quando se trata de Beatles: os livros escritos sobre os caras!
A cada semana trarei uma pequena resenha sobre aqueles que eu considero os melhores e mais interessantes livros que fazem parte da enorme biblioteca sobre os Beatles existente. Muito se escreveu sobre o Fab Four! Muito ainda se escreve. E muito, certamente, ainda será escrito. Então, diante de tanto material, a pergunta que não quer calar: quais eu devo comprar? Tudo? Claro que não. E é aqui que entra a proposta da nossa coluna. Além de proporcionar espaço (e pretexto) pra gente falar de Beatles, a ideia se resume a tentar orientar, principalmente o pessoal que começou a curtir o trabalho dos famosos cabeludos de Liverpool há menos tempo, acerca de quais seriam os melhores, os mais detalhados, precisos, informativ…
Postagens recentes

Crônica 10 - Segurando a mão da América

Washington, D.C., 26 de dezembro de 1963.
Já faz algum tempo que tento buscar tudo o que é chamado de rock and roll. Desde que Elvis lançou ‘Love me Tender’, há sete anos, minha vida pacata de menininha comportada da capital federal foi por água abaixo. Das paredes do meu quarto, às capas dos meus cadernos da escola tudo o que se via era o nome dos rockstars do momento. As ‘apaixonites’ pelos jogadores de football do colegial já não tinham vez nos meus pensamentos. A minha vida era idolatrar ‘The Pelvis’, em tudo e a todo tempo. 
Então, ouvindo a rádio WQOF de Washington foi arrebatada por uma frase que me pegou de sopetão... ‘Oh, yeah, I'll tell you something...’! O que era aquilo? De onde saiu esse ‘yeah’ ao invés do ‘yes’ normal que os aspirantes a astros cantavam? Afinal, ouvir a WQOF era como ser atropelada por uma enxurrada de Andy Williams e Bobby Vinton durante o dia todo e sem interrupção para os comerciais! Que chatice esses pastiches do Rei!


Mas, voltando a tal da música..…

Candlestick Park - A última vez dos Beatles

 Got a good reason for taking the easy way out... Candlestick Park, 29/08/1966 Por Alysson Almeida

Há 54 anos os Beatles subiam num palco pela última vez...Tendo estado em turnê incessantemente desde o lançamento do seu primeiro single (Love me Do - 05/10/1962) os Beatles chegaram a San Francisco, a capital mundial do Flower Power Hippie, numa segunda-feira, 29 de agosto de 1966, para o que seria o seu último show em turnê.O local do derradeiro show, Candlestick Park, foi a casa do time de baseball San Francisco Giants por quase 40 anos (1960-1999), sendo o último estádio que originalmente foi construído para jogos de baseball e modificado para o futebol americano, alocando mais tarde também o San Francisco 49ers, da NFL, de 1971 a 2013.Foi então que, pouco depois das nove horas da noite daquele dia 29 de agosto, os quatro cabeludos de Liverpool tocaram por cerca de 28 minutos para um público ensandecido de 22 mil pessoas. Era o fim da terceira e última turnê americana, com os Beatles …

Disco do Dia 04 - Paul McCartney (Press to Play)

DISCO DO DIA:Nessa sessão você encontrará os discos dos Beatles e das suas carreiras solo lançados no dia da publicação, com dados e curiosidades sobre a sua produção e ainda, de quebra, pode ouvi-lo enquanto curte o site!
por Alysson Almeida
Paul McCartney - Press To Play – 25/08/1986
Press to Play é o sexto álbum solo de estúdio de Paul McCartney, lançado em agosto de 1986. Foi o primeiro álbum de McCartney com músicas totalmente novas desde Pipes of Peace, de 1983.Ansioso por se restabelecer depois que o musical de 1984, Give My Regards to Broad Street, foi mal recebido, McCartney convocou o produtor Hugh Padgham, um produtor multi-premiado e muito requisitado, famoso por ter gravado Peter Gabriel, Phil Collins, Genesis, The Human League, The Police e XTC, para dar ao álbum um som contemporâneo.No seu lançamento, Press to Play recebeu uma recepção mista da crítica e foi o álbum de estúdio mais vendido de McCartney até aquele ponto. Embora não tenha conseguido chegar ao top 20 na Améri…

My Beatles Experience - Especial The Cavern Club

Por Leko Soares
Estamos de volta com uma das seções favoritas dos nossos leitores e dessa vez, diante da notícia que reverberou durante a semana, de uma ameaça de fechamento permanente do "The Cavern Club" de Liverpool devido à crise do COVID-19, resolvemos ir atrás de músicos brasileiros e também de nossos hermanos argentinos que já se apresentaram na casa e coletamos depoimentos valiosíssimos sobre a experiência mágica de subir ao palco do The Cavern e também opiniões diversas sobre o momento delicado pelo qual o clube passa.  As perguntas foram as seguintes: 
1) Pra você, o que significou se apresentar no The Cavern Club? 2) Qual sua opinião sobre a ameça iminente de fechamento do Cavern e qual a importância da preservação do local para o legado cultural mundial?
Vamos às respostas!
Estef Lennon (Argentina) 

1. Tocar no Cavern foi lindo para mim. Todo fã dos Beatles quer tocar lá. E o mais empolgante de tudo foi que depois do nosso primeiro show com a “Estef Lennon Band”, as pes…